HUELVA, SPAIN

 

CONGRESSO IBÉRICO SOBRE ZONAS DE GESTÃO ESTRATÉGICA FIREPOCTEP

De 24 al 26 de Outubro de 2022

Campus Universitário del Carmen, Universidade de Huelva

24º e 25º: Sessões técnico-científicas

26º: Visitas de campo. 

 

Segunda-feira 24 - SESSÕES TÉCNICO-CIENTÍFICAS
9.00 – 9.55h ACREDITAÇÕES
10.00 – 10.30h

Abertura oficial e apresentação do Congresso

Director Técnico del Proyecto FIREPOCTEP

D. Alejandro García Hernández

Reitora Magfca da Universidade de Huelva. Professora. Doutora. Sra. María Antonia Peña Guerrero

Ministro da Sustentabilidade, Ambiente e Economia Azul do Governo Regional da Andaluzia.

D. Ramón Fernández-Pacheco Monterreal

10.30 – 11.00h CAFÉ
I. CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROBLEMA
11.00 – 11.45h

“Tendências na resposta aos GIFs a nível mundial”

JOAQUÍN RAMÍREZ CISNEROS

Presidente da Associação Internacional de Incêndios Silvestres (IAWF)

11.45 – 12.30h

“Evolução do problema a partir de uma perspectiva profissional específica”

CARMEN HERNANDO LARA

Directora del Instituto de Ciencias Forestales (ICIFOR) dependiente del INIA

12.30 – 13.15h

“Limites de extinção derivados da paisagem”

MARC CASTELLNOU RIBAU

Chefe do Grupo de Reforço da Ação Florestal (GRAF) do Corpo de Bombeiros da Generalitat de Catalunya

13.15 – 14.00h

“Impacto das alterações climáticas sobre o regime de incêndios”

NUNO RICARDO GRACINHAS NUNES GUIOMAR

Universidade de Évora

14.30 – 16.00h

ALMOÇO

16.00 – 16.45h

“Bioeconomia como uma oportunidade para reduzir o impacto dos incêndios florestais”

EDUARDO ROJAS BRIALES

Decano do Colegio Oficial de Ingenieros de Montes (Colégio Oficial de Engenheiros Florestais)

16.45 – 17.45h

TABELA REDONDA:

Modera: JUAN SÁNCHEZ RUIZ

Diretor do Centro Operacional Regional (COR) INFOCA

17.45 – 18.00h

CAFÉ

II. TABELA REDONDA TEMÁTICA 1: ONDE ATUAR
18.00 – 19.15h

“Nós de propagação paisagística”

RAÚL QUÍLEZ MORAGA

"Nós de propagação paisagística"Investigador de incêndios florestais na Tecnosylva

Metodologia para a identificação de Áreas de Gestão Estratégica

CAYETANO ESPIGARES PELÁEZ

Unidade Técnica de Análise de Incêndios (COR INFOCA).

“Dificuldade de extinção como critério para a determinação do PMS”

JUAN RAMÓN MOLINA MARTÍNEZ

Dr. Investigador do Departamento de Engenharia Florestal. Universidade de Córdoba

Identificação de ZEG a partir de simuladores de incêndios florestais

THAIS V. RINCÓN E

Investigador na Universidade de Vigo

Metodologia de localização GRAF

ASIER LARRAÑAGA OCHOA

Subinspeção do Grupo de Reforço das Ações Florestais (GRAF) dos Bombeiros da Generalitat da Catalunha

Modera: MACARENA ORTEGA PARDO

Engenheiro Florestal, Laboratório de Incêndios Florestais da Universidade de Córdoba

Terça-feira 25 - SESSÕES TÉCNICO-CIENTÍFICAS
III. PAINEL TEMÁTICO 2: COMO AGIR
10.00 – 11.30h 

“Entre montanhas e pastos”

JOSÉ LUIS GONZÁLEZ REBOLLAR

Grupo de Pastos Mediterrânicos e Sistemas Silvopastoris, Estação Experimental de Zaidín (EEZ-CSIC)

Exploração da biomassa florestal”

EDUARDO TOLOSANA ESTEBAN

Professor do Departamento de Engenharia e Gestão Florestal, Universidade Politécnica de Madrid

“Planeamento Florestal”

JUAN DOMINGO SANTOS

Professor no Departamento de Ciências agroflorestais, Universidade de Huelva.

11.30 – 12.00h

CAFÉ

12.00 – 13.00h

“Conservação e redução do risco de incêndios florestais”

MÓNICA PARRILLA DE DIEGO

Greenpeace Espanha

LOURDES HERNÁNDEZ

World Wildlife Fund (WWF)

“Projeto Mosaico”

FERNANDO JAVIER PULIDO DÍAZ

Instituto de Investigação Dehesa. Universidade da Extremadura

Gestão preventiva de incêndios

ASIER LARRAÑAGA OCHOA

Subinspeção do Grupo de Reforço das Ações Florestais (GRAF) dos Bombeiros da Generalitat da Catalunha

13.00 – 14.00h

TABELA REDONDA:

Modera: D. MANUEL ROMERO ORTIZ

Decano da Associação Oficial de Engenheiros Florestais da Andaluzia

14.00 – 16.00h

ALMOÇO

IV. TABELA REDONDA TEMÁTICA 3: QUEM E COM QUEM AGIR
16.00 – 18.00h

“Processo de participação social na gestão da paisagem para a prevenção de incêndios florestais”

JUAN PICOS MARTÍN

Professor na Escola de Engenharia Florestal. Universidade de Vigo.

“Envolvimento municipal na mitigação do risco no Alto Minho”

EMMANUEL OLIVEIRA

Consultor do AREA Alto Minho (Agencia Regional de Energía do Alto Minho)

“Associação Empresarial

TERESA MAGDALENO

Secretária Técnica e de Comunicação na Associação de Empresas Florestais e Paisagísticas da Andaluzia

“Pastoralismo na primeira pessoa”

JOSE ANTONIO RECIO MARTÍN

Criador de gado associado ao Projeto Mosaico (Extremadura)

“Agronomia Preventiva”

GLORIA ROMERO OLMEDO

Associação Agrícola de Jovens Agricultores de Asaja (ASAJA) Huelva

Modera: GABRIEL GUTIÉRREZ

Presidente da Associação Andaluza de Silvicultura (AFA Profor)

18.00 – 18.20h

CAFÉ

18.20 – 18.30h

“Horizonte Financeiro da UE”

JUAN MANUEL REVUELTA

Diretor da Fundação Finnova

18.30 – 18.45h

CONCLUSÕES

ALEJANDRO GARCÍA HERNÁNDEZ

Diretor Técnico do Projeto FIREPOCTEP

18.45 – 19.00h

ENCERRAMENTO

GIUSEPPE ALOISIO

Diretor Geral da Política Florestal e Biodiversidade da Junta de Andaluzia.

Quarta-feira 26 – VIAGEM DO CAMPO
VISITA À ZONA AFECTADA PELO GRANDE INCÊNDIO

8.00h

Punto de Encuentro: Facultad de Derecho del Campus del Carmen de Huelva.

IMPRESCINDIBLE ACUDIR CON LA ACREDITACIÓN DEL CONGRESO 

08.30h

 Hora de salida: 08:30

O último dia será passado com uma visita de estudo. Os participantes viajarão para a Área Natural de Doñana.

Objectivo: visitar a área do incêndio de Las Peñuelas 2017 e as suas imediações para ver diferentes graus de afecto pelo fogo à vegetação, zonas de interface, infra-estruturas públicas e privadas, diferentes tipos de massas florestais (gestão, carga de combustível), bem como diferentes critérios e técnicas de restauração pós-incêndio em que, entre outros factores como a adaptação ao aquecimento global, a resistência da estrutura na reflorestação efectuada foi tida em conta para evitar uma repetição do cenário de 2017.

13.30h

Regreso a Huelva.

14.30h

ALMOÇO en el comedor Universitario (inluido).

0756_FIREPOCTEP_6_E
Proyecto cofinanciado por el Fondo Europeo de Desarrollo Regional (FEDER), en el marco del
Programa Interreg V A España – Portugal (POCTEP) 2014-2020